Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \24\UTC 2010

EW da Semana

Read Full Post »

EW da semana

Read Full Post »

EW da semana

Read Full Post »

Ou DOGTOOTH como intitularam os norte-americanos.

Nossa moral e cívica ocidental veio da Grécia. Ah veio! Essa coisa de cidadão, socialização, democratização, etc vieram da Grécia. Ou a maior parte do que a gente vive hoje. O conceito família já é mais antigo, mas a ordem das coisas, nossa língua derivada do latim, etc veio de lá. É muita coisa e eu não sei muito sobre isso.

O que eu sei é que veio da Grécia o filme que desconcertou TUDO! Virou de cabeça pra baixo TODA a ordem moral das coisas.

Kynodontas é INACREDITÁVEL. É tão fora do convencional que eu esperei semanas pra digerir esse filme. E que puta filme. Não. Não é filme oportunista indie com fotografias “artísticas” ou edição estilísticas. É um filme bem convencional na estrutura narrativa, fotografia, etc. Mas NADA convencional na história que se propõe a contar.

Uma casa de classe média, isolada do centro abriga uma família. Pai, mãe e 3 filhos adultos. A mais velha chegando aos 30, um homem de vinte e poucos e a caçula de vinte e poucos também. Até aí tudo bem. O que começa a ser estranho é que ninguém exceto o pai sai pra fora dos muros da casa. O “sistema” de vida da família é feito por regras próprias imposta pelo pai, uma língua própria e o total isolamento do mundo exterior. Os 3 filhos nunca viram o mundo onde nós vivemos. O mundo deles é o criado pelo pai. São adultos-crianças. Com comportamentos bizarros que seriam naturais a um homem que nunca viu nada fora da cerca.


O filme estuda a o crescimento humano sem a cartilha e ordem das coisas. Sejam elas sexuais ou materiais. Não dá pra explicar esse filme direito sem contar spoilers. Mas não vou contar.

Esse filme é bizarro e inteligente. Tu sabe exatamente o que ele quer dizer e fica se questionando o que seria se o que disseram pra você fosse outra coisa. Onde pênis chama-se “óculos” e que quando um avião sobrevoa a casa ele cai no jardim em forma de brinquedo. Não existe ciência nesse mundo. Não existe religião. Não existe uma língua perto da ocidental. É uma distorção completa. Nem vou entrar no plano sexual das coisas, que está inerente ao ser humano, essas descobertas sem explicação para um cara de 25 anos e uma mulher de 30. Imagina.


Kynodontas é um filmaço sem precedentes. Não é filme. É uma experiência fora dos padrões. É cinema de verdade.

Read Full Post »

Read Full Post »